Movimento Ficha limpa

Escolha um estado

Paraíba

Ver todos
NOME:

Cássio Cunha Lima

NOME DE URNA:

Cássio Cunha Lima

NÚMERO DE URNA:

45

SITUAÇÃO:

INAPTO

PARTIDO:

PSDB

Cássio Rodrigues da Cunha Lima nasceu em Campina Grande, Paraíba, em 1963. Formou-se em direito pela faculdade de Ciências Jurídicas da Universidade Estadual da Paraíba.

Iniciou sua vida política ainda no ensino médio. Em 1986, aos 23 anos, filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e elegeu-se Deputado Federal pela Paraíba com mais de 93 mil votos.

Deixou o cargo dois anos depois para candidatar-se à prefeitura de sua cidade natal.  Em 92 deixou a prefeitura para tornar-se superintendente da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). Voltou à câmara em 1994, ao reeleger-se deputado federal. Tornou a deixar o cargo em 1996 para concorrer novamente para prefeito de Campina Grande, venceu a eleição e em 2000 foi reeleito.

Cássio Cunha Lima trocou o PMDB pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) em 2001, no ano seguinte foi eleito governador da Paraíba, manteve-se no cargo até o fim e em 2006 conseguiu a reeleição.

Em 2009 teve seu diploma de governador cassado, beneficiando da decisão do Supremo Tribunal Federal de aplicar a lei Ficha Limpa só das eleições de 2012 em diante, Cássio Cunha Lima conseguiu eleger-se Senador, cargo que ocupa até o momento.

A intenção de Cássio Cunha Lima para 2014 é concorrer ao cargo de governador, contudo sua candidatura está sendo contestada pela justiça. Pois se o o STF der entender favorável, a impugnação de Cássio Cunha Lima pode ser estendida para 8 anos a partir da data do segundo turno das eleições de 2006, e portanto o senador seria inelegível no primeiro e segundo turno das eleições deste ano.

Cássio Cunha Lima e o dinheiro voador

Apesar de conhecido em seu estado, Cássio Cunha Lima ficou nacionalmente conhecido em 2006. No dia 27 de outubro de 2006, dois dias antes do segundo turno das eleições para seu segundo mandato como governador, alguns fiscais da Justiça Eleitoral foram verificar uma denúncia de distribuição de dinheiro para compra de votos no edifício Concorde, em João Pessoa, capital da Paraíba.

Na saída os fiscais foram informados por terceiros que diversos objetos foram arremessados da janela de uma das salas do edifício. Os fiscais checaram os objetos atirados pelos funcionários de Cássio Cunha Lima e apreenderam mais de R$ 305 mil, títulos eleitorais e diversas contas de água e luz pagas.

Já empossado, Cássio Cunha Lima foi acusado de abuso de poder político em 2007, por comprar votos de cidadãos carentes ao distribuir 35 mil cheque que totalizaram R$ 4 milhões. O processo acabou com a cassação do mandato de Cássio Cunha Lima em 2009.

Em 2010, Cássio Cunha Lima já era conhecido pelo seu perfil Ficha Suja, ainda assim pode concorrer e vencer a eleição para Senador, valendo-se da decisão do STF de só aplicar a nova Lei a partir das eleições de 2012.

 

O Movimento Ficha Limpa tem como principal objetivo mostrar aos eleitores quais são os candidatos aptos a participar das eleições e que não tenham processos e acusações graves pendentes na justiça. Qualificar o candidato como bom ou ruim de acordo com seus ideais não a missão nem a responsabilidade do movimento, que preza pelo direito de escolha do cidadão brasileiro de optar por qualquer tipo de posição ideológica ou partidária.